Boeuf Bourguignon da Julia Child

Boeuf Bourguignon da Julia Child
Boeuf Bourguignon da Julia Child

Estão prontos para aprender a fazer o famoso Boeuf Bourguignon da Julia Child? Sim, esse dia chegou. rs Bom, imagino que com o conteúdo que costumo postar aqui no blog todos já saibam que eu amo culinária, mas o que talvez ninguém conheça é essa minha paixão pela Julia Child e todas as receitas dela.

O Boeuf Bourguignon é uma receita clássica francesa, e uma das mais famosas da Julia, que eu estava doida para preparar faz tempo.

Para preparar essa receita seguindo todo o passo a passo do livro dela (o Mastering the Art of French Cooking) você vai precisar de uma daquelas caçarolas que vão ao forno, sabem?

Comprei a minha da Hércules, no site das lojas americanas mesmo. Existem várias marcas e essa foi a de melhor custo beneficio que achei. Mesmo assim saiu por R$ 280,00, o que a princípio achei caro para uma panela, mas agora que to usando sempre, acho que vale muito o preço. Não tem nem comparação com as panelas de inox de fundo fino que tenho em casa também, ou até mesmo com as panelas antiaderentes tops. Essa daqui é outra história.

Mas não to aqui para falar de panela. To aqui para falar da receita! Vamos lá?

Boeuf Bourguignon da Júlia Child

Boeuf Bourguignon da Julia Child

O acompanhamento clássico do Boeuf Bourguignon, segundo a Julia Child, são batatas cozidas. Sim, simples. Cozinhar as batatas, quando estiver no ponto temperar com manteiga, ervas e sal.

Ela também diz que pode ser servido com macarrão com manteiga, sabem? O famoso buttered noddles. Se fizer questão de legumes no prato, ela sugere ervilhas salteadas na manteiga, o que não é muito comum aqui no Brasil porque é um prato feito com ervilhas frescas.

Dessa vez me mantive no clássico! Até porque já tinha muitos processos para preparar só do Boeuf Bourguignon, não queria me complicar mais no acompanhamento. Uma dica: Acho que fica perfeito com purê também.

Para beber, o ideal é usar o mesmo vinho da preparação. Então escolha um bom vinho e já compre 2 garrafas. Ela aconselha um bom Bordeaux.

Para fazer a receita existem alguns processos, vou dividí-los durante a preparação para não ficar aquele texto gigante e confuso, e até para organizar nossa mente mesmo. Se você seguir nessa ordem, você evita aquele caos na cozinha.

Às vezes a quantidade dos ingredientes é meio “quebrada” demais para nosso costume, mas como converti as medidas americanas do livro para nossas medidas brasileiras, isso aconteceu. Eu ia arredondar mas preferi deixar a medida real e se vocês quiserem, dão aquela arredondadinha básica para mais.

Boeuf Bourguignon da Julia Child

 

Primeira parte

Ingredientes da Parte 1

  • 170g de Bacon
  • 4 copos de Água
  • 1 ou 3 colheres de Azeite
  • 1,350 kg de Alcatra cortada em cubos de 5 cm aproximadamente
  • 1 Cebola cortada em pedaços
  • 1 Cenoura cortada
  • 1 colher de chá de Sal
  • 1/4 de colher de chá de Pimenta
  • 2 colheres de Farinha

Preparando o Bacon

  1. Tire a pele do bacon e corte ele em tirinhas finas de aproximadamente 0,5 cm de largura e 2 cm de comprimento.
  2. Coloque para cozinhar os pedaços e a pele por 10 minutos em 4 copos de água. Escorra e deixe secar.
  3. Frite o bacon no azeite em fogo médio por 3 minutos mais ou menos, até dourar levemente.
  4. Retire o bacon e reserve. Deixe a gordura para selar a carne.

Selando a Carne

  1. Na mesma panela, deixe que o óleo fique quente novamente. Se necessário acrescente um pouco mais de azeite.
  2. Seque todos os pedaços de carne com papel toalha. Eu sei que parece um trabalhão, mas você pode fazer uma “cama” de papel toalha e posicionar os pedaços em cima (sem colocar um em cima do outro, claro) e depois cobrir com papel toalha. Na hora de colocar os pedaços na panela, é só dar uma secadinha neles com outro papel toalha na mão.
  3. Se não estiverem secos a carne não doura.
  4. Sele os pedaços (alguns de cada vez, sem encher a frigideira) até que fiquem dourados de todos os lados. Não precisa cozinhar a carne até o ponto que você gosta, é só selar mesmo, porque ela ainda vai cozinhar.
  5. Reserve junto com o bacon.

Montagem da primeira parte

  1. Deixe o forno pré-aquecendo.
  2. Frite os legumes na mesma gordura até dourarem.
  3. Jogue fora o óleo.
  4. Coloque a carne e o bacon de na caçarola junto com os legumes dourados e tempere com sal e pimenta.
  5. Peneire por cima a farinha e misture para que os pedaços fiquem levemente cobertos com a farinha.
  6. Coloque a panela no forno pré-aquecido sem tampa, na bandeja meio do forno, por 4 minutos.
  7. Retire, misture e retorne ao fogo por mais 4 minutos. (Esse processo doura a farinha e deixa a carne com uma casquinha).
  8. Retire e misture novamente. Deixe o forno acesso em 170°C.

Segunda parte

Ingredientes da Parte 2

  • 3 copos de Vinho Tinto Seco
  • 2 a 3 copos de Caldo de Carne
  • 1 colher de Extrato de Tomate
  • 2 Dentes de Alho amassado
  • 1/2 colher de chá de Tomilho
  • 1 folha de Louro amassada
  • A pele do Bacon

Montagem pré forno

  1. Coloque o vinho e o caldo de carne até que a carne esteja quase coberta.
  2. Acrescente o extrato de tomate, o alho, as ervas e a pele do bacon.
  3. Tampe a panela e coloque na parte mais baixa do forno.
  4. Regule a temperatura para que o líquido cozinhe lentamente por 2 horas e meia á 3 horas. Eu mantive em 170°C e foi tranquilo. Abri 2 vezes para mexer.
  5. A carne está pronta quando um garfo perfura ela facilmente.

Terceira parte

Enquanto a carne cozinha prepare as cebolas e o cogumelo.

Ingredientes da Cebola

  • 18 a 24 Cebolinhas pequenas sem pele (chalotas)
  • 1 colher e meia de Manteiga
  • 1 colher e meia de Azeite
  • 1/2 copo de Caldo de Carne
  • Um buquê de ervas com Salsa, Louro e Tomilho (pode usar outras ervas se preferir).

A cebola dessa parte da receita é aquela cebolinha pequena que vende em alguns supermercados e feiras, geralmente para fazer em conserva. Também são conhecidas por chalotas aqui no Brasil. Eu costumo comprar no Pão de Açúcar, mas já vi para vender em algumas feiras. Sempre estão em um saquinho fechadas, nunca vi para vender a granel.

Preparando as cebolas

  1. Coloque a manteiga e o azeite no fogo. Assim que começar a borbulhar coloque a cebolas e grelhe elas a fogo médio por 10 minutos, rolando as cebolas para que elas dourem por igual. Cuidado para não quebrá-las.
  2. Acrescente o caldo de carne e o buquê de ervas.
  3. Tampe e deixe cozinhar por aproximadamente 40 minutos, até que fiquem totalmente macias porém ainda no seu formato.
  4. Misture de vez em quando para não grudar, mas com cuidado para não desmanchar.
  5. Elas ficam bem molinhas e com bastante sabor das ervas.
  6. Reserve

Ingredientes dos Cogumelos

  • 2 colheres de Manteiga
  • 1 colher de Azeite
  • 500 gramas de Cogumelos limpos cortados em cubos ou fatias
  • Sal e pimenta

Preparando os Cogumelos

  1. Pique os cogumelos e coloque-os em uma cama de papel toalha. Eles precisam estar totalmente secos ou não vão dourar.
  2. Coloque a manteiga e o óleo na frigideira, assim que espumar, acrescente os cogumelos. Um pouco de cada vez.
  3. A princípio eles absorverão boa parte da manteiga, mas depois eles soltam o líquido de volta para frigideira. Deixe dourar por 4-5 minutos de cada lado.
  4. Assim que tiverem dourados de todos os lados, acrescente sal e pimenta do reino e reserve.
  5. Se necessário, pode acrescentar mais manteiga ao longo do processo, na segunda ou terceira leva de cogumelos.
  6. Reserve junto com as cebolas.

Última Parte

Juntando tudo

  1. Assim que a carne estiver macia, escorra todo o conteúdo da caçarola com um escorredor de macarrão em um outro recipiente (Não jogue fora pelo amor de Deus – risos). Guarde o caldo em outra panela.
  2. Lave a caçarola e coloque o bacon, a carne e os legumes de volta. Distribua as cebolas pequenas e o cogumelo sobre a carne.
  3. Retire a gordura que focar por cima do molho com uma colher: Assim que esfriar um pouco a gordura costuma subir. Com uma colher, retire essa gordura.
  4. Cozinhe o molho por 1 ou 2 minutos, tirando a gordura que subir com uma colher.
  5. Você deve ter 2 copos e meio de molho aproximadamente, com uma espessura que cobre levemente uma colher quando mergulhada e retirada do molho rapidamente.
  6. Se estiver muito ralo, deixe cozinhar um pouquinho mais. Se estiver muito grosso, acrescente um pouco de caldo de carne.
  7. Teste o molho para sal e pimenta.
  8. Jogue o molho por cima da carne e dos vegetais
  9. Para servir imediatamente: cubra a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por 2 ou 3 minutos, misturando e jogando o molho por cima da carne de tempos em tempos.
  10. Sirva com salsinha por cima.
  11. Se for servir depois, deixe na geladeira coberto de um dia para o outro.
  12. Quando for servir, coloque em fogo baixo, tampado, e deixe cozinhar lentamente por 10 minutos, jogando o molho sobre a carne ocasionalmente.

Boeuf Bourguignon da Julia Child

Boeuf Bourguignon da Julia Child

FIM!

Realmente é uma receita que demora para ficar pronta, mas foi uma delícia preparar ela em um sábado, ouvindo música, conversando e tomando um vinhozinho.

Durante o tempo de forno deu tempo de assistir um filme inteiro junto com o João! Não tem sábado melhor que esse.

Espero que vocês tenham gostado, e que se arrisquem a preparar em casa! Me contem os resultados por favor.

Bon apetit!

Boeuf Bourguignon da Julia Child

Boeuf Bourguignon da Julia Child

Ah, já ia esquecendo!

Para ver as outras receitas da Julia Child que já fiz, clica aqui.

E para comprar o livro dela em inglês e se aventurar na cozinha como eu, clica em um dos links abaixo:

Mastering the Art of French Cooking – Capa Dura

Mastering the Art of French Cooking – Brochura

Cya!

13 Comments

  1. Oi Deborah!! Desculpe minha distração mas só depois que postei meu comentário para o que escreveu em fev/2017, foi que percebi a tag: receitas de Julia Child. Rssss!!
    Muito legal a receita do Boeuf Bourguignon!! Quero fazer mas tenho algumas dúvidas…será que não se incomode em esclarecê-las.
    Que tipo de cogumelo é usado? Acho que são frescos e não em conserva, estou certo!?
    A medida de um copo se refere ao copo americano de 200 ml?
    Agradeço a sua atenção e quero dizer que foi muito gostoso novamente ler o que escreveu. Parabéns! Abraço 🤗

    • Oi! Desculpa o atraso na resposta, não sei porque o email com o aviso de comentário não chegou! Sim, são cogumelos frescos. Para essa receita especificamente é o cogumelo Paris fresco. Não da para substituir pelo champignon em conserva pelo sabor mesmo. O cogumelo fresco refogado fica bem diferente. Não é barato né, normalmente pago em 1 bandeja R$ 10,00. O copo é aquela medida de copo padrão sabe? E tem 250 ml. <3

  2. Jessica Souza

    Mostre sua panela =)

  3. Nossa, deve dá trabalho, mas deve ter ficado uma delícia, vou tentar fazer.

  4. Amei a sua ideia!

    Eu me identifiquei com a história do filme predileto ahahahahahah

    Não sei quantas vezes eu já assisti ao filme… todavia, se eu estiver zapeando os canais e “passar por ele”, certamente, assistirei!

    Obs.: não me importando em que parte esteja.

    Queria muito esse livro, mas tenho uma preguiça master de realizar as conversões das medidas!

    Sim, eu sei, a preguiça é um pecado… porém, ainda cometo o da gula!

    Já coloquei o seu blog em Meus Favoritos e vou acompanhá-la…

    E, quando eu fizer te darei um feedback também.

    Boa sorte na empreitada “de uma vida”,

    Bjs

    • Ah obrigada! Fiquei super feliz com seu comentário! Como as receitas são trabalhosas eu acabo demorando para fazer, mas comentários assim me dão mais força! Obrigada de novo e simmmm, me conta quando fizer também!

  5. Olá Deborah!! Obrigado pela atenção e pelos esclarecimentos. Hoje li a postagem sobre o frango com cogumelos ao vinho do Porto. Fiquei entusiasmado… Melhor… Aguado, como se diz no interior de São Paulo, rsss! Já estou procurando a panela!!😉 Abraço!

  6. Aguardando ansiosamente pelo livro traduzido em português ! Conheci o blog hoje re-assistindo o filme e procurando o livro para comprar ! Sucesso com as receitas ! Já virei leitora assídua !

  7. SANDRA DA CUNHA

    Boa noite
    Li a receita do boeu fBourguignon , tenho.uma dúvida sobre a panela rsrs
    Tenho a panela Lyon da Tramontina, ela substitui o forno, preparo várias receitas que iriam ao forno (inclusive bolos) na chama do fogão. Será que dá o mesmo resultado se eu fizer a receita dp boeuf sem ir ao forno?
    Agradeço se puderes ajudar.
    Obrigada

    • Vivendo Junto

      Oi Sandra! Desculpa a demora na resposta, acabei não vendo seu comentário. Então, sobre a panela, não sei. rs Mas se eu fosse você, arriscaria. Primeiro porque já fiz aquele boeuf bourguignon de frigideira que postei a receita aqui sabe? Porque não tinha a panela. E não ficou igual mas ficou bem gostoso também. Então acho que ruim não fica sabe? Pode só não ficar tão macio. 🙂
      Me conta depois o resultado!!!

  8. Assisti o filme Julie e Julia ontem e estou encantada, me identifiquei com sua historia, principalmente por não encontrar o livro em português!
    Pesquisando receitas da Julia Child, achei o seu blog e estou tão feliz por isso, Obrigada!
    Me tira uma duvida por favor!
    Nos ingredientes da primeira parte do Boeuf bourguignon, tem cebola duas vezes, seria cenoura?
    Mais uma vez Obrigada!

    • Vivendo Junto

      Oi Noély, que bom que gostou! Esses comentários sempre me deixam feliz.
      E sim, era CENOURA! Muito obrigada por me avisar. Já fiz a correção. 😉

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*